segunda-feira, 21 de junho de 2010

'Tás aqui .... 'tás a ver estrelas!


BRAD PITT (parte 1)

PRIMEIROS ANOS ...


Shawnee, uma pequena cidade no estado Norte-Americano de Oklahoma, viu nascer a 18 de Dezembro de 1963 William Bradley Pitt, conhecido hoje em dia no mundo cinematográfico como Brad Pitt.





Apesar de ter nascido em Shawnee, Pitt foi criado em Springfield (mas nunca teve o prazer de conhecer os Simpsons), no estado do Missouri.

Duas semanas antes de finalizar o curso de jornalismo, pela universidade do Missouri, o jovem Brad mudou-se para Los Angeles para ter aulas de representação.

Mas a vida não estava fácil e o jovem e modesto actor teve de trabalhar como motorista e como galo mascote fazendo propaganda ao El Pollo Loco para pagar as aulas de representação.


INICIO COMO FIGURANTE ...

Os primeiros quatro filmes da carreira de Pitt foram todos realizados em 1987, e em nenhum deles tem falas ou é sequer creditado.
O primeiro deles é Hunk no qual representa um rapaz na praia, segue-se No Way Out, no qual faz de policia de aeroporto. No Man's Land é o filme que se segue, no qual representa um empregado de mesa. Por fim entra em Less Than Zero como rapaz que vai a uma festa e que entra numa luta.

SÉRIES DE TV ....


A carreira de Pitt seguiu então os caminhos da televisão entrando em inúmeras séries. Era o começo da sua aceitação enquanto actor capaz de representar em papéis com alguma visibilidade.

Entre as séries nas quais representou destacam-se:












Another World (1987), na qual representa um rapaz chamado Chris. Foram as suas primeiras falas numa série/filme.














Dallas (1987), na qual fazia o papel de Randy, namorado de uma das protagonistas. Seguem dois vídeos dessa mesma série:







Growing Pains (1987), teve participações nesta série em 1987 e 1989:







21 Jump Street (1988), série na qual Johnny Depp era protagonista, Brad apenas entrou num episódio, mas sempre com aquele penteado cheio de laca. Aqui vai um vídeo no qual contracena com Depp:





Entrou ainda noutras séries como A Stoning in Fulham County (1988), Head of the Class (1989) e Freddy's Nightmares (1989), série de TV do famoso filme Nightmare on Elm Street, aqui fica um vídeo dessa série:



Com um começo de carreira solidamente construído, conseguimos vislumbrar que Pitt não caiu no cinema de pára-quedas. Foi cimentado o seu lugar na TV e mais tarde no cinema.
Sou da opinião também que já era notório o enorme talento deste actor, mas também estou certo que naquela altura poucos ou nenhuns diriam que se iria transformar na superstar que é hoje.
Destaco no entanto com apreço a capacidade interpretativa deste jovem actor e estou grato pelo facto de ter desistido da sua carreira de jornalista para nos oferecer representações memoráveis e que irão perdurar na história do cinema, como veremos nas próximas partes.

Brevemente na Parte 2, Primeiros papéis em cinema ...

BD

P.S.: Se têm sugestões sobre o que gostariam de ver aqui sobre a vida deste grande actor, ou ideias de como melhorar esta rubrica, a caixa dos comentários está à vossa disposição. Abraços.

Para aceder à parte 2 carrega aqui.
Para aceder à parte 3 carrega aqui.
Para aceder à parte 4 carrega aqui.
Para aceder à parte 5 carrega aqui.
Para aceder à parte 6, carrega aqui.

10 comentários:

  1. O post deu-te muito trabalho. Parabéns por isso!
    A minha sugestão já ta disse: queres o Kalifornia e o Too young to die :-) São das melhores interpretações dele.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado!
    Falarei desses filmes mas infelizmente baseado na critica de quem viu, ainda não tive tempo para ver.

    ResponderEliminar
  3. P.S. - Manda-me um mail para eu saber o teu.

    Abraço
    Cinema as my World

    ResponderEliminar
  4. Bom trabalho! Esta iniciativa é de louvar.


    Abraço
    Cinema as my World

    ResponderEliminar
  5. Ótimo post sobre a carreia de Brad Pitt, principalmente por citar as participações como figurante.

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Obrigado aos dois ... brevemente lanço a parte 2 deste especial. Fiquem atentos!

    Abraço.

    ResponderEliminar
  7. Artigo mesmo super curioso e à partida até nem pareceria mas este arranque com o desconhecido de Brad Pitt está mesmo fulminante. Estás a ficar mesmo megalómano com estas criações hiper-mega-interessantíssimas.
    A segunda parte já se espera a filmografia ele mais significativa e apenas um pouco da vida pessoal dele...
    Recordo que dos que mais gozo me deu ver dele foi o Entrevista com o vampiro, o Troia, 12 Macacos (na altura porque hoje em dia já não o aguento muito este), O Kalifornia (acho que é este o nome do filme, com o David Duchovny)... e tantos, tantos. Até no recente do Tarantino ele se saiu icónico no papel que tem. Sei lá ele tem tanta coisa de bom cinema que até será pouco fácil de enunciar.

    ResponderEliminar
  8. Muito obrigado pelo comentário simpático.
    A segunda parte já está a ser preparada e incidirá no trabalho dele até Thelma & Louise (ou talvez um pouco mais, conforme o tamanho final).
    A vida pessoal dele, as curiosidades, os anúncios de tv, entre outras coisas será no fim de esmiuçar a carreira profissional dele, num dos últimos posts.
    "Entrevista com o vampiro", "12 macacos" e "fight club" são os filmes mais loucos dele. O "Kalifornia" todos me falam dele mas ainda não tive oportunidade de ver.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Deve ter dado trabalho, certamente. Também gostei bastante do artigo. Curioso e extremamente interessante. Tem sempre a sua piada descobrir o passado das estrelas e encontrar com cada pérola! ;D O Pitt já teve com cada penteado ahahaha

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  10. é verdade, cada penteado mais fatela :)
    Mas eram assim os anos 80 :)
    Dá trabalho mas é gratificante, pois passamos a conhecer melhor o trabalho dos actores em questão.

    Abraço.

    ResponderEliminar